O pesquisador Fabricio Vieira Dutra, do Programa de Pós-Graduação em Agronomia (PPGA), conduziu um estudo com o intuito de analisar as melhores épocas de colheita e o manejo adequado da mandioca de mesa na cidade de Vitória da Conquista, localizada na região sudoeste da Bahia. A determinação correta da época de colheita e a aplicação de práticas adequadas de manejo das raízes são fatores essenciais que impactam diretamente na qualidade e no uso culinário dessa planta.

A pesquisa foi realizada na propriedade Campo Verde, situada no povoado do Capinal, zona rural de Vitória da Conquista, durante um período de dezembro de 2017 a dezembro de 2018. A variedade de mandioca utilizada foi a Milagrosa, uma espécie amplamente cultivada na região e comercializada nas feiras locais. O objetivo do estudo era beneficiar tanto os produtores quanto os consumidores finais, demonstrando que é possível manter a qualidade da mandioca ao longo do ano.

Fabricio Vieira Dutra ressaltou a importância de ampliar o período de colheita das raízes de mesa sem comprometer suas características culinárias e agronômicas, o que favorece a venda durante um período mais extenso e assegura a renda das famílias produtoras. Segundo as conclusões do estudo, a poda da parte aérea da mandioca, realizada 30 dias antes da colheita, contribui para a redução da deterioração fisiológica das raízes quando colhidas após 12 meses do plantio. Para consumo in natura, as plantas colhidas após oito meses do plantio produzem raízes com características desejáveis em termos tecnológicos, físico-químicos e agronômicos. Além disso, as práticas de manejo da parte aérea e as diferentes épocas de colheita não influenciam nas propriedades nutricionais das raízes.

O pesquisador continuará seu estudo no âmbito de sua tese de doutorado, concentrando-se agora na determinação das épocas ideais de colheita e manejo da cultura. O objetivo é avaliar como manter a qualidade e o cozimento adequado da mandioca ao longo do ano, garantindo sua adequação para o consumo alimentar. Dutra destaca a expectativa de obter resultados satisfatórios, afirmando que essa pesquisa terá um impacto significativo na sociedade, principalmente ao assegurar a qualidade culinária da mandioca. Ao manter essa qualidade desejada, os produtores poderão ampliar o período de colheita das raízes sem afetar suas características essenciais.

Share.

Deixe um comentário

Exit mobile version