A ausência do Deputado Estadual Nelson Leal na Convenção do Partido Progressista na Bahia tem causado relutância entre os membros do partido em aceitar a nova liderança no estado. Fontes do site Bahia Notícias revelaram que o comportamento de Leal está causando desconforto entre os líderes do partido na Bahia.

A conduta recente de Leal em relação ao futuro do partido tem gerado descontentamento entre outros representantes estaduais do PP. Em entrevista recente, Leal afirmou que não tomou nenhuma medida para deixar o partido e pediu bom senso entre a liderança do partido na Bahia para resolver as questões em torno do futuro presidente do partido.

Os conflitos internos dentro do partido também podem levar o Deputado Felipe Duarte a deixar o partido com Leal. Durante as discussões sobre a presidência do partido, Leal havia sugerido uma liderança alternativa entre os Deputados Federais Cláudio Cajado, João Leão, Mário Negromonte Jr. e o ex-Deputado Ronaldo Carletto. Infelizmente, o plano não funcionou, causando a saída de Carletto e a fratura do partido internamente.

As razões para esses eventos são diversas, abrangendo desde o esforço do partido em assumir a candidatura de Leal à presidência da Assembleia Legislativa da Bahia até o desejo do partido em apoiar a mudança de Leal para outra posição após deixar a presidência da Casa.

Share.

Deixe um comentário

Exit mobile version