Pico do Barbado, o mais imponente do Nordeste Brasileiro

Entre os Picos mais imponentes, o primeiro lugar pertence mesmo ao Pico do Barbado e aos seus imponentes 2.033 metros de altitude. Foto: L12.
Entre os Picos mais imponentes, o primeiro lugar pertence mesmo ao Pico do Barbado e aos seus imponentes 2.033 metros de altitude. Foto: L12.

 

A natureza ofertou com mão pródiga, ao Extremo Sul da Chapada Diamantina, os mais preciosos platôs de montanhas. Os mais esplêndidos ficam localizados nos municípios de Piatã, Abaíra, Rio de Contas, Rio do Pires e Livramento de Nossa Senhora, entre eles, podemos destacar a Serra da Tromba (1.710 metros), Pico das Almas (1.958 metros), Pico do Itobira (1 958 m), Serra do Elefante (1980), Serra do Mutuca (1965), Pico do Bicho (1970), Pico do Guarda Mor (1930) e Barbado.

Quando consideramos o nível do mar (altitude) como referência, aí o primeiro lugar pertence mesmo ao Pico do Barbado e aos seus imponentes 2.033 metros de altitude.

Foto: L12 Sudoeste.
Foto: L12 Sudoeste.

 

Com toda essa elevação, o Barbado ostenta o título de ponto mais alto do Nordeste do Brasil e da Bahia. O lugar costuma atrair turistas e visitantes de toda a região, para apreciar sua visão panorâmica de 360 graus. Do platô, é possível apreciar praticamente todas as montanhas mais altas da Chapada Diamantina.

O Barbado está dentro de uma área de Proteção Ambiental. A logística para chegar ao cume não é tão complicada demais, mas nem tão simples. Há duas opções: Pela trilha da comunidade de Catolés, em Abaíra, ou pelo outro lado, uma trilha que fica a 15km do Distrito de Rio da Caixa, em Érico Cardoso. Cada percurso leva, em média, 2h30 de duração até o topo da montanha. Cada trilha exige muito esforço e condição física, mas compensado pela beleza exuberante e diversidade botânica.

Do topo do Pico do Barbado é possível apreciar praticamente todas as montanhas mais altas da Chapada Diamantina. Foto: L12.
Do topo do Pico do Barbado é possível apreciar praticamente todas as montanhas mais altas da Chapada Diamantina. Foto: L12.

 

Uma dica importante é que não é recomendado visitar o local em estação de baixas temperaturas sem roupas de frio adequadas, pois a temperatura cai bastante por ficarmos muito afastados do nível do mar – a diferença no topo do Barbado é, em média, 13 ºC mais frio, considerando dados técnicos.

O lugar é perfeito para ir em grupo de amigos. O momento é cheio de vantagens, a principal delas é estar com pessoas que você se sente bem, em contado com a energia da natureza, compartilhando experiências únicas e criando memórias incríveis. Porém é essencial a presença de um Guia, que conhece a região, pois a trilha pode se transformar em um tremendo quebra-cabeça, em alguns trechos.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

ENVIAR MENSAGEM
1
Estamos Online!
Ola! Quer mandar a sua sugestão de pauta ou anunciar com a gente?