Pico das Almas: uma vista que você não irá esquecer

Pico das Almas, último platô no sul da Chapada Diamantina Livramento de Nossa Senhora e Rio de Contas. Foto: Alana Campos / L12.
Pico das Almas, último platô no sul da Chapada Diamantina, entre Livramento de Nossa Senhora e Rio de Contas. Foto: Alana Campos / L12.

 

O Pico das Almas faz parte da Serra das Almas, acessível a 18 km da cidade de Rio das Contas. Como o próprio nome indica, esse é o ponto mais alto, a maior atração da Serra das Almas, parte da Chapada da Diamantina. Especificamente, a Serra das Almas pode ser definida como o conjunto de montanhas entre as cidades de Rio das Contas e Livramento de Nossa Senhora. A divisa entre esses municípios é feita, entre outros pontos, pelo cume do Pico das Almas, acessível por trilha, e que permite uma linda vista de toda a Serra das Almas, uma vez que é uma elevação destacada do relevo circundante.

Entre os pontos mais altos do Nordeste, o Pico das Almas é o terceiro, alcançando 1.958 metros de altura e ficando atrás apenas do Pico do Itobira (com 1.970 metros) e do Pico do Barbado (com 2.033 metros), todos localizados em Rio das Contas. Mesmo não sendo a mais alta, a paisagem considerada a mais bela entre esses cumes é a do Pico das Almas.

 

No caminho, o visitante encontra um lago de águas frias e cristalina. Foto: Alana Campos / L12.
No caminho, o visitante encontra um lago de águas frias e cristalina. Foto: Alana Campos / L12.

 

A Trilha

 

Uma das trilhas mais conhecidas até o Pico das Almas tem 11 km considerando a ida e a volta e tem nível de dificuldade difícil ou avançado, especialmente no que tange o trecho final que leva ao topo, pois ali é preciso alguns exercícios de caminhada misturados com escalada em pontos mais íngremes e é necessário que se caminhe sobre pedras.



Nos arredores do Pico das Almas, a vegetação presente é tema de pesquisas por renomadas instituições. Catalogaram-se ali cerca de 1,2 mil espécies de plantas, incluindo, orquídeas, bromélias, sempre vivas e velósias, um verdadeiro paraíso para quem gosta de observar espécies raras. No ano de 1968, o local foi tema de um estudo do Jardim Botânico da cidade de Londres, por pesquisadores interessados em catalogar as espécies encontradas. O resultado foi uma obra de 853 páginas; entre as 1,2 mil espécies de plantas identificadas, 105 eram espécies são edêmicas, ou seja, apenas encontradas neste local. Em termos de proporção de número de espécies por área, a área foi considerada um dos pontos conhecidos com a maior biodiversidade da América Latina.

 

No ano de 1968, o local foi tema de um estudo do Jardim Botânico da cidade de Londres. Foto: Alana Campos / L12.
No ano de 1968, o local foi tema de um estudo do Jardim Botânico da cidade de Londres. Foto: Alana Campos / L12.

 

 

O Vale do Queiróz

 

Ao longo do caminho da trilha é possível também conhecer o Vale do Queiróz, planície marcada por variada biodiversidade e formações rochosas, um verdadeiro santuário ecológico. Uma das opções de acesso ao Vale do Queiróz é o caminho que inicia em Rio das Contas e vai até a Fazenda Silvana. A partir da fazenda, segue-se para o Vale do Queiróz marcado pela paisagem de altiplano, com cerca de 1,6 mil metros de altitude, e um riacho que corta o vale, local ideal para um convidativo mergulho no verão. As formações de quartzito afloram da terra e ladeiam lindas orquídeas e bromélias. Ainda antes de chegar ao Pico das Almas, cruza-se pela nascente do Rio Brumado, a cerca de 1,7 mil metro de altitude, brotando entre as rochas.



 

 

Vale do Queiróz, no caminho ao Pico das Almas, planície marcada por variada biodiversidade e formações rochosas. Foto: Alana Campos / L12.
Vale do Queiróz, no caminho ao Pico das Almas, planície marcada por variada biodiversidade e formações rochosas. Foto: Alana Campos / L12.

 

Do Vale do Queiróz, leva-se cerca de 1h20 até o Portal das Almas, em que pedras pontiagudas de diversos tamanhos tornam a paisagem única: o local é também chamado janela do céu. Depois dele, lá do alto do Pico das Almas, avista-se a cidade de Livramento de Nossa Senhora, Rio das Contas, a comunidade de Mato Grosso, o Pico do Itobira, o Pico do Barbado, e mais o restante da cadeia de montanhas dessa região serrana. Uma vista panorâmica incrível a 360 graus que não para de surpreender os visitantes.

Outra atração da trilha é a observação de pássaros. Apesar de ainda ser objeto de estudos mais aprofundados, a avifauna da Chapada da Diamantina é muito rica, pelos diferentes ambientes aí apresentados.

 

Vista do cume do Pico das Almas. Foto: Alana Campos / L12.
Vista do cume do Pico das Almas. Foto: Alana Campos / L12.

 

O passeio para realizar o trekking até o Pico das Almas é uma verdadeira combinação de história e natureza. Rio das Contas é considerada por muitos a cidade mais antiga da Chapada da Diamantina. Entre os conjuntos arquitetônicos coloniais da Bahia, esse é um dos três mais importantes e belos, talvez podendo-se comparar essa cidade a um museu. São mais de 300 construções históricas tombadas, todas registradas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o IPHAN. São destaques neste complexo arquitetônico, a Igreja Matriz com um altar folheado a ouro, o Teatro São Carlos, as casas e ruas de pedra bem conservadas.

 

 

Ao invés dos intrépidos caçadores de ouro, hoje, o local recebe visitantes interessados no turismo ecológico. Todos querendo visitar, a cerca de 18km da cidade, um paredão de mais de mil metros de altura que identifica a Serra das Almas: incluindo serras, vales, campos rupestres, cavernas, cânions e cachoeiras.

Vale a pena investir em realizar a trilha, tendo o cuidado de contratar um guia em Rio das Contas. Leve bastante água, aproveite a paisagem e tenha força e coragem para desfrutar dessa linda vista.

Mais artigos sobre a Chapada Diamantina (Aqui).

Slide Lâmpada Espiã Câmera Ip Led Wifi Hd V380 Com Infravermelho Clique Aqui LIVRO 20 Regras De Ouro Para
Educar Filhos E Alunos
Conheça abaixo algumas das 20 regras de ouro de gestão da emoção que Cury explica neste livro. Visitar Loja
Slide Smartphone Xiaomi Redmi 9, 64GB, 4GB RAM, Tela de 6.5 Sunset Purple Visitar Loja OFERTA

Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

ENVIAR MENSAGEM
1
Estamos Online!
Ola! Quer mandar a sua sugestão de pauta ou anunciar com a gente?
%d blogueiros gostam disto: