“No meio do caminho tinha uma árvore”

Pé de algaroba dá um charme especial na Avenida dá um charme especial ao loca. Foto L12.
Pé de algaroba dá um charme especial na Avenida dá um charme especial ao loca. Foto L12.

 

Já dizia o poeta Carlos Drummond de Andrade: “No meio do caminho tinha uma pedra. Tinha uma pedra no meio do caminho […]”. Mas na Avenida Cleio Antonio Diniz, que ligam os Bairros Olhos D’água e Santa Tereza, em Brumado: “No meio do caminho tinha uma árvore”.

Um frondoso pé de algaroba que tem aparentemente entre os 20 a 30 anos dá um charme especial ao local. A planta, originária dos Andes peruanos e importada para o Brasil na década de 40 para servir como alternativa de alimentação animal, divide a via ao meio.

Há cerca de quinze anos atrás o local ainda era cercado por chácaras e currais, mas a cidade foi crescendo transformando o solo rural em urbano. Dá para perceber que a obra de pavimentação em paralelepípedo na localidade foi alterada para preservar a algaroba.

Enfim, um gesto nobre por parte dos responsáveis pela pavimentação do local, que se transformou em um roteiro de reflexão e conscientização de que preservar o meio ambiente é um ato importante não só para a humanidade, mas para todos os seres que habitam na Planeta, pois o meio ambiente é o local sagrado para a existência da vida na Terra.

O artigo 225, da Constituição Federal estabelece que é assegurado a todos os cidadãos o direito de dispor de um meio ambiente saudável, equilibrado, com vistas à manutenção de uma vida saudável para todos, sendo obrigação do Poder Público como também da sociedade a defesa e preservação do meio ambiente, tendo em vista a existência sadia das presentes e futuras gerações no planeta.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

ENVIAR MENSAGEM
1
Estamos Online!
Ola! Quer mandar a sua sugestão de pauta ou anunciar com a gente?