Nike afirma que encerrou acordo com Neymar em meio a investigação de abuso sexual

A Nike disse que Neymar, o superastro do futebol, se recusou a cooperar com uma investigação de “alegações confiáveis ​​de irregularidades” feitas por um dos funcionários da empresa.

A Nike encerrou seu contrato de patrocínio com o astro do futebol brasileiro Neymar no ano passado, depois que ele se recusou a participar de uma investigação sobre uma acusação de que ele havia agredido sexualmente um funcionário da Nike, confirmou a empresa na noite de quinta-feira.

A Nike disse que sua investigação não chegou a uma conclusão quanto à ocorrência de um ataque, razão pela qual não fez nenhuma declaração pública na época.

“Nenhum conjunto de fatos emergiu que nos permitiria falar substantivamente sobre o assunto”, disse a Nike em um comunicado. “Não seria apropriado para a Nike fazer uma declaração acusatória sem ser capaz de fornecer os fatos de apoio. A Nike encerrou seu relacionamento com o atleta porque ele se recusou a cooperar em uma investigação de boa fé de alegações confiáveis ​​de irregularidades cometidas por um funcionário ”.

A acusação de agressão foi relatada pela primeira vez pelo The Wall Street Journal na noite de quinta-feira. A declaração da Nike obtida pelo The New York Times correspondeu aos comentários feitos ao The Journal por Hilary Krane, conselheira geral da Nike.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

ENVIAR MENSAGEM
1
Estamos Online!
Ola! Quer mandar a sua sugestão de pauta ou anunciar com a gente?