Governo Chinês pede às pessoas que estoquem os produtos essenciais para as “necessidades emergenciais”

Governo Chines emitiu comunicando pedindo par que a população estoque alimentos. Foto: L12.
Governo Chines emitiu comunicando pedindo par que a população estoque alimentos. Foto: L12.

 

Um raro comunicado público do governo chinês pedindo às pessoas que armazenassem suas necessidades diárias essenciais para “necessidades emergenciais” gerou preocupação com uma possível escassez de alimentos, novos surtos de COVID-19 ou uma provável ofensiva da China para capturar Taiwan.

No comunicado divulgado na última segunda-feira (01), o Ministério do Comércio disse que emitiu um comunicado oficial sobre a garantia de abastecimento e preços estáveis de vegetais e necessidades diárias durante as próximas temporadas de inverno e primavera, informou o jornal estatal Global Times.

O anúncio do ministério veio em meio a tensões crescentes em todo o Estreito de Taiwan, aumento dos preços dos vegetais e escassez de energia com a aproximação do inverno, disse o relatório do Global Times, relatando
que o anúncio não gerou pânico na compra.

Governo Chinês

A China está atualmente passando por uma fase política delicada, pois lidou com picos recorrentes de coronavírus em várias cidades, incluindo Pequim, prejudicando sua política de COVID Zero.

A pandemia mortal foi relatada pela primeira vez na cidade de Wuhan, no centro da China, no final de 2019. As fortes declarações repetidas do presidente Xi Jinping alertando para a reunificação da distante ilha de Taiwan com o continente também gerou temores de uma ação militar iminente de Pequim, embora ele tenha enfatizado a reunificação pacífica em seu discurso recente.

A China está atualmente passando por uma fase política delicada. Foto: L12.
A China está atualmente passando por uma fase política delicada. Foto: L12.

A China afirma que Taiwan faz parte disso. Pequim intensificou a retórica política apoiada por uma incursão sem precedentes de mais de 200 aviões militares na Zona de Identificação de Defesa Aérea (ADIZ) de Taiwan, enquanto os EUA aumentavam sua assistência militar, incluindo o posicionamento de poucas tropas pela primeira vez na ilha para treinar militares taiwaneses.

O jornal estatal Economic Daily disse que a sugestão do ministério do comércio foi abordar os recentes surtos de COVID-19 no país, lembrando as famílias de estarem preparadas caso sejam obrigadas a passar pela quarentena de emergência.

Na verdade, o anúncio visa medidas de prevenção e controle de vírus, já que os recentes surtos de vírus na China levam ao desligamento temporário de alguns bairros residenciais, o que pode causar transtornos para as famílias afetadas, disse o Economic Daily.

No longo prazo, disse o jornal, o lançamento ajuda a conscientizar o público sobre a gestão de emergências e aumentar o estoque de produtos domésticos de emergência necessários, como um complemento necessário ao sistema nacional de emergência.

Os preços dos alimentos na China permanecem estáveis com o índice de preços ao consumidor, o principal indicador da inflação, subindo 0,7 por cento em setembro na comparação anual, um crescimento menor em comparação com os dados de agosto, disse o relatório Global Ties.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

ENVIAR MENSAGEM
1
Estamos Online!
Ola! Quer mandar a sua sugestão de pauta ou anunciar com a gente?