Com rio Brumado assoreado, água da Barragem Luís Vieira volta jorrar de forma aleatória

O leito do principal rio que corta a cidade de Livramento de Nossa Senhora, o rio Brumado, voltou a ter água em abundância. Depois de muitos anos a água voltou a correr graças a liberação de 1.500.000 de metros cúbicos acumulados na Barragem Luís Vieira, consequência das chuvas que caíram na região nos últimos dois anos. A autorização da abertura das duas comportas partiu da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico – ANA, cuja vazão iniciou na última sexta-feira (28) até a noite deste domingo (30). A ação batizada de vazão emergencial, bastante contestada por parte de agricultores livramentenses. O assunto gerou muita discussão e constatada uma realidade preocupante no que diz respeito a questão do desperdício durante o trajeto até chegar em Dom Basílio. O leito do rio está completamente sufocado, assoreado, cheios de crateras e lixo, não passou por nenhum processo de revitalização, buscando a reversão deste quadro ambiental tão degradante. A principal preocupação é com um novo esvaziamento da Barragem Luiz Vieira, por consequência de uma má gestão.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

ENVIAR MENSAGEM
1
Estamos Online!
Ola! Quer mandar a sua sugestão de pauta ou anunciar com a gente?