O fantástico passeio na Cachoeira do Buracão, em Ibicoara

Cachoeira do Buracão, é considerada uma das mais bonita da Chapada Diamantina. Imagem: Alan Freitas / L12.
Cachoeira do Buracão é considerada uma das mais bonita da Chapada Diamantina. Imagem: Alan Freitas / L12.

 

O Parque Natural Municipal do Espalhado, em Ibicoara, no extremo sul da Chapada Diamantina, abriga um das mais belas cachoeiras do Brasil, a Cachoeira do Buracão. A majestosa obra-prima da natureza conta com 85 m de queda d’água e um vale profundo, com encostas quase verticais encaixilhado por rochas folhosas, que contracenam com um poço caudaloso.

O lugar é sem sombras de dúvidas um dos melhores destinos do ecoturismo da Bahia. Essa afirmação pode ser comprovada, sobretudo, devido à preservação ambiental, pois o município de Ibicoara possui um rígido controle de visitantes de modo a manter seu paraíso natural intacto.

De olho no desenvolvimento do turismo local, a Secretaria de Meio Ambiente e Turismo de Ibicoara introduziu um sistema de vale eletrônico, que pode ser adquirido pelos visitantes no Centro de Atendimento ao Turista (CAT), para poder ter acesso ao Buracão. A ideia é fazer com que os turistas possam conhecer, também, outros atrativos naturais do município, não somente a Cachoeira do Buracão, que fica situada a 30 km da sede.

Desse modo, o turismo é um dos principais braços da economia local. Uma parcela da população ibicoarense está direta ou indiretamente ligada ao segmento turístico. Dessa forma, esse pedaço da população aprende desde cedo a cuidar de seu principal atrativo natural.

 

A beleza da Cachoeira do Buracão impressiona. Imagem: Alan Freitas / L12.
A beleza da Cachoeira do Buracão impressiona. Imagem: Alan Freitas / L12.

 

Como fazer os passeios para a Cachoeira do Buracão

 

As principais maneiras para fazer os passeios até o Buracão, são: com um veículo próprio, com os grupos de tours das agências locais ou com o transporte público mesmo. O acesso ao município de Ibicoara é bastante fácil, pela Rodovia BA-148, no trajeto entre as cidades de Barra da Estiva e Mucugê.

Caso opte em fazer a partir de Lençóis, o tempo do passeio poderá levar um dia inteiro, saindo de manhã cedo e somente chegando de volta a noite. Calcula-se que o tempo razoável de permanência apreciando o Buracão gira em torno de uma hora, no entanto, considerando a trilha e as paradas durante o trajeto em outras cachoeiras, a viagem tem duração de 5h.

 

Cachoeira do Buracão, em Ibicoara, na Chapada Diamantina. Imagem Alan Freitas / L12.
Cachoeira do Buracão, em Ibicoara, na Chapada Diamantina. Imagem Alan Freitas / L12.

 

Para se chegar até a cachoeira, o visitante precisa estar acompanhado por um guia de turismo do município ou de municípios credenciados. Até chegar ao Buracão, a trilha de 3 km oferece outras opções de cacheiras, uma delas é o “Buracãozinho”, uma cópia miniaturizada do Buracão e, ainda, as Cachoeiras das Orquídeas e Recanto Verde. Boa parte do trajeto é feito a pé, margeando o Rio Espalhado, com um nível de dificuldade bastante moderado, não muito desafiador como em outras opções na Chapada Diamantina.

 

Custo médio do passeio ao Buracão

 

O Custo da viagem em agência, por pessoa: entre R$ 300 e R$ 550 (saindo de Lençóis), tudo isso irá variar conforme o roteiro, com opção de pernoite na cidade de Mucugê ou Andaraí.

Apesar de todo o esforço proposto para a execução do passeio até o Buracão, a visão dela encanta e compensa todo o sacrifício feito para conhecê-la.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também

ENVIAR MENSAGEM
1
Estamos Online!
Ola! Quer mandar a sua sugestão de pauta ou anunciar com a gente?